Por Neemias Jr. | 16/04/2020

image

Existe uma desconfiança crescente de que o  surto de coronavírus se originou em um laboratório de Wuhan, fontes dizem que a intensão não era criar uma arma biológica, mas era uma tentativa da China de competir com os EUA na área de combate a epidemias. Várias fontes informaram sobre ações do governo da China e viram materiais relevantes segundo à Fox News.

Este pode ser o "disfarce mais caro do governo de todos os tempos", disse uma das fontes.

A transmissão inicial do vírus pode ter sido uma cepa natural que estava sendo estudada no país. O "paciente zero" trabalhava no laboratório, depois se espalhou para população de Wuhan.

A "desconfiança crescente" vem de documentos analisados pelo serviço de inteligência. A Fox News pediu para ver as evidências diretamente. Fontes informaram que essa posição não deve ser caracterizada como definitiva. Alguns membros da administração e das comunidades de inteligência e epidemiologia são mais céticos e a investigação continua.

O que todos concordam é que o governo chinês tinha uma extensa cobertura de dados e informações sobre o COVID-19.

Documentos detalham os primeiros esforços dos médicos no laboratório e os primeiros esforços de contenção. O mercado de Wuhan identificado inicialmente como um possível ponto de origem nunca vendeu morcegos, e os analistas dizem que foi um esforço da China para desviar a culpa do laboratório.


Em entrevista na noite de quarta-feira, o  Secretário de Estado Mike Pompeo comentou: "O que sabemos é que esse vírus se originou em Wuhan, na China. Sabemos que existe o Instituto de Virologia de Wuhan, a poucos quilômetros de distância do mercado. Ainda há muito a aprender. Você deve saber que o governo dos Estados Unidos está trabalhando para descobrir isso ".

fonte: FoxNews

// NEWSLATTER

Cadastre-se e receba novidades.