Por Neemias Jr. | 03/07/2017

image

Donald Trump ofereceu hoje o seu apoio aos pais de Charlie Gard, enquanto os médicos se preparam para desligar o apoio vital do bebê de dez meses.

O presidente dos Estados Unidos publicou em seu Twitter: "Se podermos ajudar o pequeno #CharlieGard,bem como os nossos amigos no Reino Unido e o Papa, estamos disponíveis para isso".

Charlie, que sofre de uma condição genética rara e tem dano cerebral, está sendo atendido pelo Great Ormond Street Hospital (GOSH) em Londres. O Tribunal ordenou cruelmente que o hospital desligue as máquinas que estão mantendo o bebê vivo. Assassinato!

O tweet do presidente, teve 4.000 retweets e 12.000 likes, dentro de 20 minutos após ser postado às 15h.





// NEWSLATTER

Cadastre-se e receba novidades.