Por Neemias Jr. | 10/04/2017

image

Segundo o Jornal O Globo, o Ministério Público Federal entrou com ação civil pública contra o deputado federal, Jair Bolsonaro, por causa de uma piada boba sobre quilombolas.

Em tom de brincadeira, o deputado Bolsonaro falou na Hebraica-RJ: "Fui num quilombo. O afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas. Não fazem nada! Eu acho que nem para procriador ele serve mais. Mais de R$ 1 bilhão por ano é gastado com eles".

Na reportagem do Globo, os procuradores Ana Padilha e Renato Machado sustentam que o deputado “utilizou informações distorcidas, expressões injuriosas, preconceituosas e discriminatórias com o claro propósito de ofender, ridicularizar, maltratar e desumanizar as comunidades quilombolas e a população negra”.

A ação por danos morais coletivos às comunidades quilombolas e à população negra em geral que o MPF move contra Bolsonaro é uma PIADA! Pura perseguição política. Os procuradores pedem indenização de 300 mil reais por dano moral coletivo ao deputado.

O deputado foi bastante aplaudido em seu discurso na Hebraica-RJ, mas o MPF resolveu processa-lo para produzir resultados políticos.

Fonte: O Globo

Jair Bolsonaro é aplaudido em auditório da Hebraica-RJ

// NEWSLATTER

Cadastre-se e receba novidades.