Por Neemias Jr. | 25/04/2017

image

O ex-presidente da Odebrecht Infraestrutura, Benedicto Júnior, disse em seu acordo de delação premiada que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que é conhecido como o padrinho político de Doria, recebeu 8,3 milhões de reais em propina.

Benedicto  informou que 1,5 milhão de reais foram pagos de forma ilícita pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo - SABESP e o restante foi vinculado ao contrato de Linha 6-Laranja do Metrô que a Odebrecht venceu segundo a Revista Veja. 

Parceria Alckmin e Doria tem que sobreviver na alegria e na tristeza, na saúde e na doença... 

// NEWSLATTER

Cadastre-se e receba novidades.