Por Neemias Jr. | 18/06/2020

image

Vamos nos acalmar e nos unir!

A ordem é retirar Bolsonaro antes que ele possa indicar ao menos um nome ao STF e antes das eleições para presidência da câmara.

Com um nome dentro do STF, ele ainda seria minoria, mas poderia atacar o sistema de dentro para fora, escancarando tudo de errado que há lá dentro, desde fraudes em sorteios a vendas de sentenças.

Ao mesmo tempo que, por sobrevivência, Bolsonaro se uniu ao Centrão, o sistema já entendeu que é grande a chance de se eleger um presidente da câmara alinhado ao poder executivo, com isso, o desespero bateu e é por isso que o STF ataca sem parar, e vai piorar, estão querendo que o presidente vire a mesa ou, no mínimo, rachar a direita, desunir seus apoiadores e isso eles estão conseguindo.

Não vamos permitir!

Por favor entendam, nesse momento Bolsonaro nada pode fazer, está agoniado como nós, se pudesse já teria agido, não é simples, foram 30 anos de aparelhamento de todos os segmentos da sociedade, em algumas frentes, Bolsonaro luta sozinho.

Por favor, entendam mais ainda, numa guerra assimétrica como essa, perderemos peças, teremos que entregar cabeças, mas é assim que funciona.

Eu sei que é difícil dizer isso para quem foi preso, mas assim funciona uma guerra, você não pode abandonar o seu general porque ele perdeu um soldado.

Eu sei que é estressante ver um bom ministro balançar no cargo, alguém que nos representa tão bem, mas repito, é uma guerra, é passo a passo, perde hoje, ganha amanhã.

Esses próximos meses serão absurdamente estressantes para nós, a grande mídia, o STF, Maia e Alcolumbre irão trabalhar incansavelmente contra nós.

Surgirão escândalos, surgirão narrativas, irão forçar de todas as maneiras possíveis para nos amedrontar, nos calar, nos fazer abandonar o barco, virarmos isentos, deixarmos Bolsonaro sozinho, não podemos de jeito algum sermos atingidos por isso.

Preparem os físicos, as almas e os corações para uma guerra, uma guerra severa, mas que iremos vencer.

É Bolsonaro no poder ou a esquerda corrupta e comunista de volta, não tem outro destino.

Não vamos abandonar o capitão, não vamos deixar só quem quase deu a vida por esse país.

Tenham certeza absoluta que todas as revoltas internas que nós estamos sentindo, ele também está.

Bolsonaro está liderando uma guerra com o que tem, como pode, em janeiro de 2021 estará mais forte, vamos levar muita porrada até lá, mas vamos suportar e levá-lo até lá.

Vamos juntos, vamos lutar, vamos vencer!

Você vai abandonar o Brasil?


Fonte: Jornal da Cidade On-line

// NEWSLATTER

Cadastre-se e receba novidades.